Programação do Seminário Pan-Americano de Polícia Comunitária

12 junho 2007

Clique na imagem para ampliar e conhecer a programação:

pan.jpg


GPAE Rio das Pedras estoura Central Telefonica Clandestina.

6 junho 2007
 
 
 
Após denúncia anônima de moradores da Comunidade, PPMM do GPAE procederam operação de inteligência e chegando ao local, Av. Areinha nº 31, defrontaram-se com um estabelecimento de Central Telefonica clandestina, que, segundo informações, chegaria a movimentar a quantia de R$ 1000,00 por dia, conforme comprovantes de depósito apreendidos. Foram apreendidos também telefones celulares, cronômetros digitais, tabelas de preços de liugações e listas telefônicas entre diversos outros materiais. A ocorrência foi registrada na 32º DP e dois elementos foram conduzidos para averiguação na referida UPAJ.
 

25.000 Visitantes – Agradecemos a Todos!

29 maio 2007

250001.jpg


11º BPM foi destaque na Prova de Tiro Cel PM Dorasil

18 maio 2007

No dia 18 de Maio de 2007, foi realizado no campo de provas do CIEAT a tradicional prova de Tiro Policia Cel PM Dorasil,e vento este que contou com a presença de vários policiais oriundos de todas as unidades da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro.

Os PPMM participaram das provas concorrendo ao prêmio de melhor equipe e de melhor atirador individual. A disputa foi bem acirrada e o 11º BPM orgulha-se de ter o campeão no quesito “melhor atirador individual geral”, o 2º SGT PM RG 48.255 Jolúcio Gomes da COSTA e também ganhou o título de “equipe vice-campeã geral” com os PPMM 2º SGT PM Cristovao Tardim do COUTO, 2º SGT PM Jolucio Gomes da COSTA e o 3º SGT PM Gelton Siqueira Farias.

Parabéns a todos os participantes deste tradicional torneio esportivo promovido pelo CIEAT e, especialmente aos PPMM do 11º BPM que se destacaram no evento.


Prova de Tiro Cel PM Dorasil

15 maio 2007

ANO DESPORTIVO 2007 – 198º ANIVERSÁRIO DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – PROVA DE TIRO POLICIAL CEL PM DORASIL CASTILHO CORVAL –  REGULAMENTO – APROVAÇÃO

Dando continuidade às atividades referentes ao Calendário Comemorativo do 198º Aniversário da Corporação, o Comandante Geral torna público o regulamento da prova de tiro em epígrafe.

1. Finalidade

a. Estimular, através da competição sadia, o aproveitamento técnico profissional dos integrantes da Corporação no tocante ao emprego das técnicas de tiro;

b. Fornecer aos Comandos das OPM subsídio para que possam avaliar o nível técnico da tropa;

c. Aprimorar e renovar a Equipe de Tiro da Corporação;

d. Propiciar o congraçamento entre todos os Círculos da Corporação;

e. Oferecer ao público interno competição que avalie o parâmetro técnico profissional onde mulher e homem possam competir em condições de igualdade.

2. Da Competição

– Considerando a necessidade de padronizar, igualar e nivelar a competição;

– Considerando que alguns atiradores possuem armas e equipamentos de competição;

– Considerando que alguns atiradores têm acesso a diferentes tipos de munição, e esse fator acaba beneficiando alguns e prejudicando outros que usam munição padrão de fábrica;

– Considerando que a Corporação, padronizou sua arma de porte.

a. Esta prova, visando o nivelamento de todos os atiradores, será executada exclusivamente com armamento definido no nº 8 e a munição definida no nº 9;

b. A competição de tiro terá apenas uma categoria;

c. Mulheres e homens competirão entre si;

d. Consistirá de uma prova de NRA rápido, modificada para o uso policial, e constará de 24 (vinte e quatro) disparos a 25 (vinte e cinco) metros em quatro posições, sendo seis disparos em cada posição, partindo da posição em pé, arma no coldre, ao sinal sonoro, saca e inicia a série (de pé, ajoelhado, sentado, terminando deitado, com dupla empunhadura, em 80 (OITENTA) segundos, utilizando o alvo oficial de NRA);

e. Considerando que os carregadores são cambiáveis, e em número suficiente em todas as unidades, será obrigatório o uso de 04 (quatro) carregadores por atirador, contendo seis munições em cada um deles, estando um na arma e três sobressalentes colocados junto ao corpo do atirador, para as três recargas obrigatórias;

f. As armas, todas de ação dupla, sairão com munição na câmara e cão rebatido. No entanto, não será obrigatório o primeiro disparo em ação dupla, podendo o mesmo ser realizado em ação simples.

g. Falhas na munição e armamento são por conta do atirador.

h. No caso do atirador tentar repassar uma eventual nega, o disparo deverá ser efetuado na posição em que ocorreu a nega.

3. Data/Hora e Local

A competição será realizada no dia 18 Mai 06 (sexta-feira), às 07:30 horas, no Estande de Tiro Maj PM Rodrigues, sede do CIEAT, com “BRIEFING”.

4. Do BRIEFING

As equipes inscritas deverão estar presentes ao “BRIEFING” (reunião técnica de conhecimentos e orientações), a fim de conhecer o detalhamento da prova, participar do sorteio de ordem de passagem das Equipes e conhecer a seqüência da prova, bem como, receber todos os esclarecimentos necessários à segurança no estande para boa realização da competição. As Equipes que não comparecerem ao “Briefing” deixarão de receber orientações fundamentais e ficarão fora do sorteio e, conseqüentemente, sumariamente eliminadas da competição.

 

5. Da Direção Geral da Competição e da Direção da Prova

O Diretor Geral da competição será o Cel PM RG 29.294 Renato Fialho Esteves Comandante do

CFAP 31 de Vol., sendo Diretores de Prova o Ten Cel PM RG 39.116 João Silvestre de Araújo, Chefe do CMARM e o Ten Cel PM RG 43.586 José Luís Castro Menezes, Chefe do CIEAT.

6. Das Equipes

Serão compostas por 03 (três) Policiais Militares, independentes de posto ou graduação, sendo permitida a inscrição de uma Equipe por OPM.

7. Do Uniforme

Será utilizado o 5º Uniforme, sendo facultado o uso de camiseta de malha branca, em substituição à gandola.

8. Do Armamento

Será permitido o uso do seguinte armamento:

Pistola TAURUS PT 100 AFDOX Cal .40, comprimento do cano 125mm, comprimento total 217mm, peso 1010gr, massa e alça fixa, cabo de borracha, oxidada, utilizada pela Corporação.

9. Da Munição

A munição ficará a cargo do CIEAT, visando o nivelamento preconizado na definição do armamento.

10. Das Inscrições

Deverão ser feitas mediante ofício da OPM de origem, até às 16:00h do dia 16 Mai 07 (quartafeira), ao CIEAT. Com exceção feita às equipes convidadas, não serão admitidas inscrições no dia da competição.

11. Dos Acessórios

a. Não será permitida a utilização dos dispositivos óticos ou ótico-eletrônicos como aparelho de pontaria.

b. Não será permitido o uso de canos especiais no armamento, só os originais de fábrica “standard”.

c. Não será permitido o uso de armas com compensadores ou “freio de boca”.

d. Será obrigatória a utilização de óculos e protetores auriculares.

e. Não será permitida a utilização de coldres especiais de competição e sim os do uniforme.

12. Dos Árbitros

Atuarão como árbitros, Policiais Militares com experiência e conhecimento das regras e normas da prova a ser realizada.

13. Da Premiação

a. Receberão troféus:

As três primeiras Equipes classificadas na Competição.

A Equipe vencedora da Prova do Lenhador

b. Receberão medalhas:

Os componentes das Equipes classificadas na Competição até o 3º lugar.

Os três primeiros colocados individualmente, na competição NRA

Os componentes da Equipe vencedora da Prova do Lenhador

14. Da Segurança no Local da Prova

Todos os Policiais Militares presentes ao evento deverão observar as seguintes regras de segurança adaptadas às necessidades da Corporação:

a. As pistolas deverão estar descarregadas, portadas em coldre ou acondicionadas em bolsa ou maletas.

b. Será determinado um local específico para o manuseio do armamento, sendo terminantemente proibida tal prática em outros locais.

c. Será determinado o local específico para o manuseio da munição.

d. É terminantemente proibido o manuseio de armas e munições no mesmo local.

e. A desobediência, a qualquer regra básica de segurança elencada ou não neste regulamento, implicará a desclassificação do competidor.

15. Da Pontuação e da Punição

Na prova de NRA todos da Equipe pontuarão, não havendo descarte. Na contagem de impactos no alvo, será descartada a melhor pontuação para cada disparo efetuado após o tempo de 80 (oitenta) segundos, ficando entendido esse procedimento como punição. O desempate será feito levando em conta a equipe que somar o maior número de pontuação “10”.

Caso permaneça, o desempate se dará pela equipe que somar o maior número de “9”, e assim sucessivamente. Persistindo o empate, os atiradores repetirão a prova.

16. Dos Recursos

Os recursos deverão ser redigidos em letra de forma pelo competidor interessado e entregue ao Diretor da Prova até 15 (quinze) minutos após o término da mesma.

17. Competição na modalidade Lenhador

Esta modalidade de competição será um complemento da “Prova de Tiro Cel PM Dorasil”, sendo adotados os seguintes critérios no seu desenvolvimento:

a. Participarão as 5(cinco) primeiras equipes da modalidade NRA;

b. Desenvolvimento da competição.

A competição se realizará da seguinte maneira:

Serão colocadas fincadas no solo e alinhadas lateralmente 5 toras de madeira medindo 6X3cm de bitola e 2 m de altura.

Cada equipe terá como alvo uma das toras que estará a 10m da linha de tiro. Os atiradores ficarão posicionados sobre uma área demarcada, sendo livre a posição de tiro, desde que não ofereça risco aos atiradores e juizes de prova. Ganhará a Prova do Lenhador, a equipe que, através dos impactos dos tiros, derrubar primeiro a tora;

c. Premiação.

A equipe 1ª colocada será premiada com um troféu correspondente a modalidade Lenhador, e seus integrantes receberão medalhas.

d. Deverão ser observados os itens preconizados nos tópicos números 1, 3, 5, 7, 8, 9, 11, 12, 14 e 16 do presente regulamento.

e. Os casos omissos serão decididos pela Direção de Prova.


Parabéns aos recém-promovidos!

14 maio 2007

PROMOÇÕES DE PRAÇAS

O COMANDANTE-GERAL da PMERJ, no uso de suas atribuições legais, RESOLVE:

PROMOVER, no Quadro de Graduados da Corporação, com base no Regulamento de Promoções de Praças (RPP), aprovado pelo Decreto nº 7.766/84, a contar de 13 de maio de 2007, os seguintes policiaismilitares:

 

NA QPMP-0 do QUADRO I (PERMANENTE-Q-I)

À Graduação de Subtenente PM os 1º Sargentos PM:

RG NOME

050764 JOSÉ FERNANDO MARTINS DE ALMEIDA

045254 EDMILSON DA COSTA CAMPOS

051587 EVALSIR FERREIRA DA SILVA

040915 CELIO DE ALMIEIDA QUARESMA

035733 JORGE DA SILVA BARROS

034581 FELIX ANTONIO DE OLIVEIRA

042935 SIDNEI PEREIRA SPERDUTO

035436 CESAR VIANNA FERNANDES

040878 PAULO CESAR SARMENTO. DE MENEZES

040248 WAGNER DA SILVA

043553 JORGE DE OLIVEIRA

039954 ROBERTO MENDES DA SILVA

037693 SERGIO CORDEIRO DA SILVA

046558 MARCO ANTONIO RIBEIRO DA SILVA

044038 OSMALDO FERREIRA BRANDAO

049489 OSMAR TAVORA DE MIRANDA JUNIOR

048769 VICENTE PERY BATISTA RAMOS

046680 FERNANDO TINOCO MOORE

047846 ANTONIO RIBEIRO DA SILVA

042409 MARCOS ALVES VILAR

044716 CARLOS JOSÉ DE OLIVEIRA

037616 HAMILTON LUIZ PEREIRA

048039 JOCELIO RODRIGUES BEZERRA

033776 MARCOS MATEUS MATOS DE JESUS

043664 JORDAN PEIXOTO SILVESTRE

046518 DOMINGOS GOMES DE DEUS NETO

040823 MARCUS VINICIUS FREITAS DA SILVA

044055 PAULO ROBERTO MACEDO DE ANDRADE

049791 JOÃO LUIZ RIBEIRO DE MAGALHÃES

035927 SERGIO SILVA DE LIMA

036775 ELISEU MARQUES

032094 ROBERTO DOS SANTOS

043269 ALMIR SILVA PIERONI

037491 CIPRIANO AMBROSINO GOMES

049841 CARLOS HENRIQUE CAMPOS

046995 CLAUDIO HEBIS PINTO DUTRA

041807 LEONEL FERREIRA DE LIMA

047924 MANOEL DEMETRIO DA SILVA FILHO

035892 UBIRAJARA DE CASTRO PINTO

047107 ADNIR ISRAEL DE OLIVEIRA

045221 ALEXANDRE ALVES DE LIMA

049631 AMARILDO DA SILVA ALMEIDA

 

 

 

– À Graduação de Subtenente PM os 1º Sargentos PM:

045245 CELSO WAGNER DA ROCHA BRANCO

035761 JORGE CARLOS FERREIRA

035851 AMAURI COELHO DOS SANTOS

031567 MARIO GOMES DA CRUZ

033770 APOLONIO DE SOUZA XAVIER

039583 EUCLIDES AURELIANO DA COSTA FILHO

036716 WALLACE RODRIGUES

039846 MARCOS ANTONIO RODRIGUES

040689 SERGIO DE OLIVEIRA DEIRO

042496 EDSON RAMOS

048396 JADIEL LIMA DE OLIVEIRA

043709 TADEU VERA CRUZ

035848 ROBERTO XAVIER VIGO

035220 CARLOS ROBERTO TOLEDO MOREIRA

041126 UBIRATAN SANTOS DA COSTA FILHO

030701 JOSÉ VICENTE MARTINS

032935 JOSÉ MARIANO DE OLIVEIRA FILHO

037960 CEZAR CANELLA DE LIMA FILHO

045016 JOSÉ ANTONIO DOS SANTOS

033901 RODOLFO NAVARRO CRONER NETO

 

– À Graduação de 1º Sargento PM os 2º Sargentos PM:

039740 JOSÉ RENATO PINTO GIAROLA

040355 ANTONIO NAVARRO DE LIMA

040792 NORIVAL DE ANDRADE LIMA

037589 MANUEL JORGE FERRAZ SIMÕES

040114 RUI ALEIXO RIBEIRO

039613 NELSON GONZAGA DE ASSIS

039397 PAULO CESAR DE OLIVEIRA FROTA

043803 MAURO VITOR BAPTISTA DE SIQUEIRA

043306 RUY DANIEL DA SILVA

042217 ORLANDO AMTUNES DE AZEREDO

039805 JORGE HENRIQUE DE S. CARLOS

046602 DALMO FERREIRA CAMPOS

048936 JOABE SALES LISBOA

042040 ALSTON DE OLIVEIRA JUNIOR

048225 EDUARDO DA CRUZ ARAUJO

039237 MARCO AURELIO SILVA DE MOURA

039800 CARLOS HENRIQUE VIEIRA DE OLIVEIRA

040019 CARLOS A. FERREIRA DE SOUZA

039973 ANSELMO COELHO

041326 ROMULO COSTA SALLES

039019 GERALDO DE SOUZA GALDINO FILHO

046972 VALDEIR SOARES DE ASSUNÇÃO

040738 FABIO FERNANDES MATEUS

039015 ANTONIO DE SOUZA NETO

048241 JOÃO DA SILVA GOMES – AG

045726 PAULO ROBERTO DE ABREU SOUZA

042202 HERCULES DE SOUZA PEREIRA

045305 MARCELO DA SILVA FREITAS

039774 EVANY MAURO COUTINHO

048684 LUIZ ANTONIO MENDES DE OLIVEIRA

038038 SAMUEL JORGE MENDONÇA LISBOA

037928 JOSÉ ROBERTO GOMES DE OLIVEIRA

045551 MARCO ANTONIO DA CONCEIÇÃO

047296 MARCO ANTONIO GRIPP

038728 MARCILIO SILVA DE LIMA

048475 CASSIO MARQUES

048943 JUVENAL CLEMENTINO

048483 GILSON JOSÉ RICARDO

048305 ADEMIR CELESTINO DOS SANTOS

039055 OSMAR PAIVA CAMELO

041037 COSME DA SILVA

039557 DESIO DOS SANTOS

051395 JOSÉ CARLOS DIAS DE FREITAS

040950 CLAUDIO MARTINS DE BRITO

052167 VANDER LUIZ DE SOUZA RANGEL

043971 ADÃO DEBONA PEREIRA

038648 JORGE CUPERTINO DA SILVA

040731 MARCOS VINICIUS TAVARES DA SILVA

048002 MAURICIO MIRANDA ALHO

042433 UBALDO RANGEL NOGUEIRA

040662 EDEVAN SEBASTIÃO CORREA FILHO

042401 LUIZ PAULO FREITAS MINNEMANN

039274 CLAUDIO DE ANDRADE RIBEIRO

039964 ADILSON DOMINGOS

039551 JORGE MANOEL DA COSTA RODRIGUES

043215 FERNANDO CARLOS VARGAS

042019 UBIRAJARA VITAL LEÃO DA SILVA

047910 JOSÉ R. DIAS ALVARENGA FILHO

040440 WALLACE PADILHA DA SILVA

039358 PEDRO MIGUEL COSTA

043741 CLAUDIO LUIZ DE OLIVEIRA SÁ

037688 ROMUALDO DA CUNHA PORTO

038096 AIAS DA CONCEIÇÃO

043367 ISAIAS ALVES SANTANA

039327 DELCI BAZETH DOS SANTOS

 

– À Graduação de 1º Sargento PM os 2º Sargentos PM:

048731 WALTER DE MORAES LOPES

044777 ROBINSON KENNED DA SILVA SIQUEIRA

039213 CARLOS ALBERTO DE SOUZA SILVA

048433 ANAEL MANOEL DE OLIVEIRA

051500 SERGIO LUIS PINTO MOREIRA

048431 JOÃO DE ANDRADE LIMA

048208 ALDECIR LOPES ESTRELA

046288 MARCOS ANTONIO SILVINO PEREIRA

044482 CLAUDIO DE SOUZA SANTOS – AG

037353 ARTUR TAVARES DA SILVA FILHO

048819 ADILSON SILVA DE SOUZA

043276 BENEDITO FERREIRA DE OLIVEIRA. SOBRINHO

044677 GILBERTO VILACA DE SOUZA

052086 DENILSON BARTHOLOMEU ANJOS

040704 JORGE AGUIAR RIBEIRO

047679 CARLOS AUGUSTO NEVES

048594 EDILSON MEDEIROS DE SOUZA

049705 JOSÉ DE FATIMA PEREIRA LIMA

046436 ONILDO BARBOSA BUAS – AG

049037 DENILSON GONÇALVES DE MORAES

049845 EDSON BOTELHO RAMOS

041534 LUIZ CARLOS RIOS DE CARVALHO

043670 LUCIANO CARDOSO REIS

046016 ROBERTO DO NASCIMENTO SILVA

047460 ARY SOARES DE OLIVEIRA

043779 JANYR FARIA SALGADO

048435 CLAUDIO FERNANDES FERREIRA

041216 MARCIO GOMES LOPES

044247 LUIZ ALBERTO DE OLIVEIRA

051212 CARLOS HENRIQUE LAZARO GONÇALVES

041492 EFERSON DA SILVA MOURA

039043 RANULPHO ANTUNES M. FILHO

045435 FERNANDO DUQUE DA SILVA

046965 PAULO CESAR CARDOSO DE OLIVEIRA

049389 ROGERIO AUGUSTO ROCHA DE OLIVEIRA

042522 PAULO DE SOUZA SILVA

041604 ADILSON MEDEIROS

049330 ALMIR JOSÉ DA SILVA

045525 JOSEMAR DE OLIVEIRA CARNEIRO

046109 AMAURY NOGUEIRA DE ARAGÃO

049538 ROBSON MADEIRA MARIANO

046589 JOSÉ AUGUSTO CHAGAS

046521 PAULO CEZAR GENASIO DE SOUZA

047722 JOSÉ ORLANDO DOS SANTOS SOUZA

049654 EVERARDO CESAR DE OLIVEIRA

052265 JAIME DA SILVA MACHADO

044204 ALAIM MAIA DE OLIVEIRA

047389 JOÃO ROBERTO STEINDL AYRES

051408 ADALBERTO GOMES DA SILVA

047350 VLADIMIR DE MATOS BARBOSA

045262 JORGE LUIZ MONTEIRO CRUZ

048448 JOSÉ CARLOS PEREIRA

039024 JERONIMO BARBOSA

041456 WAGNER DA SILVA

051499 SAMUEL DUTRA FRANÇA

048067 WILSON JOSÉ DE ANDRADE NETO

049178 MARCILIO DE MELO FERREIRA

051592 JOÃO PACÍFICO DA COSTA

039405 SAMUEL BARBOSA DE LIRA

041732 JORGE LUIS PEDRA DA SILVA

050126 CLAUDIONOR ROBERTO GOMES

038504 SERGIO SOBRAL DE LIMA

039986 EMILSON ENNES DOS SANTOS

042442 JACI DE SOUZA NASCIMENTO

039194 CELSO PEREIRA DA CUNHA

046650 EDMAR BARROZO BEIRAL

047929 AUGUSTO PEREIRA DOS SANTOS

– À Graduação de 2º Sargento PM o 3º Sargento PM:

052759 PAULO JOSÉ MONTEIRO

– À Graduação de Subtenente PM, o 1º Sargento PM:

038398 ANTONIO CARLOS RODRIGUES

– À Graduação de 1º Sargento PM os 2º Sargentos PM:

047339 WILLIAM FERREIRA MARTINS

043358 ARY DA COSTA BARBOSA FILHO

– À Graduação de 1º Sargento PM os 2º Sargentos PM:

047129 ALOISIO ALVES SANTANA

046613 AROLDO ALVES DOS SANTOS FILHO

– À Graduação de Subtenente PM, por tempo de serviço, conforme o Art. 10, inciso II, item 2, do

Dec. nº 7.766/87, os 1º Sargentos PM:

035865 LUIZ RODRIGUES PEREIRA

036582 REGINALDO DA COSTA BUSSADE

NA QPMP-3 do QUADRO I (PERMANENTE-Q-I)

– À Graduação de Subtenente PM os 1º Sargentos PM:

031497 CRISPIM MARIANO DOS SANTOS

033575 PAULO ROBERTO GODLESKY SOBRINHO

– À Graduação de Subtenente PM o 1º Sargento PM:

032077 PAULO FERNANDO FERREIRA FIGUEIREDO

– À Graduação de 1º Sargento PM os 2º Sargentos PM:

037187 JOSÉ RICARDO MAIA

040850 ELENICIO DE SOUZA GOMES

– À Graduação de 1º Sargento PM os 2º Sargentos PM:

036099 ROBERTO CARLOS DE OLIVEIRA CORREA

040207 MARCOS LUIS MARQUES

048827 VALMIR FERNANDES CORDEIRO

NA QPMP-4 do QUADRO I (PERMANENTE-Q-I)

– À Graduação de Subtenente PM, os 1º Sargentos PM:

043706 SAMUEL GALVÃO FEITOSA

042543 MATEUS DE OLIVEIRA

– À Graduação de 1º Sargento PM, os 2º Sargentos PM:

053514 JORGE LUIZ SANTOS DE OLIVEIRA

043988 ADMILSON ALVES DE ARRUDA

– À Graduação de 2º Sargento PM os 3º Sargentos PM:

063781 EDWARD DA SILVA SOARES

063790 JOEL DE SOUZA ALVES

063766 JOEL DOS SANTOS JUNIOR

– À Graduação de Subtenente PM, por tempo de serviço, conforme o Art. 10, inciso II, item 2, do

Dec. nº 7.766/87, o 1º Sargento PM:

036836 CARLOS EDUARDO SOUZA DO NASCIMENTO

– À Graduação de 1º Sargento PM, por tempo de serviço, conforme o Art. 10, inciso II, item 1, do

Dec. nº 7.766/87, o 2º Sargento PM:

043647 GERSON FERREIRA

NA QPMP-5 do QUADRO I (PERMANENTE-Q-I)

– À Graduação de 1º Sargento PM, o 2º Sargento PM:

034993 JORGE LUCIANO PEREIRA PINHEIRO

– À Graduação de 1º Sargento PM , o 2º Sargento PM:

037385 JOSÉ JOZINO GOMES DE ATHAIDE

NA QPMP-6 do QUADRO I (PERMANENTE-Q-I)

– À Graduação de Subtenente PM, o 1º Sargento PM:

043703 SEVERINO DO RAMO BASILIO DE SOUZA

– À Graduação de Subtenente PM , o 1º Sargento PM:

048184 MARCOS ANTONIO CORREA DA SILVA

– À Graduação de 1º Sargento PM, os 2º Sargentos PM:

036302 MARISA DE CASTRO CAROLLO MONSORES

033089 GILSON DE OLIVEIRA CARDOSO

– À Graduação de 1º Sargento PM , o 2º Sargento PM:

115101 JAGUARACI ALVES PEREIRA

– À Graduação de 2º Sargento PM, o 3º Sargento PM:

054782 PEDRO ANTONIO RIBEIRO DE SOUZA

– À Graduação de 2º Sargento PM , os 3º Sargentos PM:

054810 MONICA ROSA MAGALHÃES

054866 MONICA GAMA PEREIRA

– À Graduação de Subtenente PM, por tempo de serviço, conforme o Art. 10, inciso II, item 2, do Dec. nº 7.766/87, o 1º Sargento PM:

035942 GUTEMBERG MARONHA ORTELHADO


Cadastro de Armas de Inativos

10 maio 2007

cadast_arma.jpg

CADASTRO E REGISTRO OBRIGATÓRIO DAS ARMAS DE FOGO PARTICULARES DE PPMM NO SISTEMA DE  GERENCIAMENTO MILITAR DE ARMAS (SIGMA/EB)-DETERMINAÇÃO

Considerando que o prazo para registro e cadastro das armas de fogo particulares dos policiais militares é 02 de julho de 2007.

Considerando o prescrito na Lei 10.826/03 – ESTATUTO DO DESARMAMENTO e sua regulamentação através do Decreto Federal 5.123/04.

Considerando que todos PPMM, inclusive os que tiveram o registro de sua arma de fogo particular efetivado no recadastramento no SINARM/DPF, deverão realizar este cadastramento no  SIGMA/EB.

Este Comando, atendendo proposta do Chefe do EMG/PM2, DETERMINA que todos os policiais militares, ativos e inativos, providenciem, a partir desta data, junto as suas OPM e à DIP, o registro das armas de fogo particulares no SIGMA/EB, devendo, para tal, adotar as providências abaixo consignadas:

1º) O PM deverá comparecer a sua OPM, a fim de cadastrar sua arma no (SIGMA) portando:

1.1.Original e cópia da identidade funcional

1.2.Original e cópia do comprovante de residência

1.3.Arma de fogo a ser registrada, caso o Cmt da OPM assim determine.

1.4.Registro do SINARM/DPF, quando houver.

1.5.Nota fiscal da aquisição da arma, quando houver.

1.6.Publicação em Boletim Interno da OPM referente a distribuição do armamento a ser registrado.

1.7.Declaração, assinada pelo PM, informando quantas e quais armas de fogo possui.

2º) De posse da documentação supracitada, as OPM, através dos policiais militares cadastrados para este fim, cadastrarão os dados (do proprietário e da arma) no sistema REMOTO do SIGMA/EB.

3º) O Exército remeterá (via e-mail), para OPM, o nº do SIGMA.

4º) O envio do nº do SIGMA caracteriza que a arma está devidamente regularizada, independentemente do CRAF a ser emitido pela PMERJ.

5º) Após o recebimento do nº do SIGMA, os encarregados pelo cadastramento deverão encaminhar o formulário para cadastro no SIGMA (juntamente com a cópia de toda documentação apresentada pelo PM), devidamente preenchido, ao EMG/PM2 para emissão do CRAF/PMERJ.

Para facilitar esses procedimentos, este Comando estabelece algumas providências que deverão ser adotadas durante o processo de registro e cadastro:

a) É indispensável a apresentação para o registro de Bol PM Interno (de cada OPM) que contenha a distribuição da arma para o PM;

b) Para o PM que não possuir o Boletim Interno de distribuição da arma, a OPM atual e a DIP, se for inativo, deverá instaurar Procedimento Apuratório Sumário para constatar a procedência da arma. Caso se confirme a propriedade da mesma, deverá ser providenciada a publicação em Bol PM Interno, o Procedimento Apuratório poderá ser suprimido caso o PM possua a arma consignada em sua identidade funcional, o registro no SINARM/DPF ou o registro no DFAE, devendo a OPM publicar esta situação em Bol PM Interno, para que o PM possa ter um número de boletim, sem o qual não é possível realizar o cadastro no SIGMA/EB.

c) Todas as tabelas com os códigos necessários para o preenchimento do cadastro no SIGMA estão no site http://www.dfpc.eb.mil.br na janela “modulo remoto”;

d) Os policiais militares que possuírem armas extraviadas (roubadas, furtadas e etc.) deverão cadastra-las normalmente, fazendo juntada ao processo do Procedimento Apuratório que apurou o extravio.

e) O PM que possuir mais do que 02 (duas) armas de fogo deverá recolher, para o cadastro de cada arma de fogo a partir da terceira arma inclusive, 01 (uma) taxa para registro de arma de fogo. A referida taxa, é paga no Banco do Brasil, em nome do Fundo do Exército, através da Guia de Recolhimento da União (GRU), no valor de R$ 300,00 (trezentos reais). Neste caso, cópia da GRU deve ser juntada ao processo de cadastramento da arma.

Finaliza determinando que todos os Comandantes, Chefes e Diretores fomentem este processo, além de criar uma infra-estrutura capaz de dar conta das rotinas administrativas ora apresentadas.

PUBLICAÇÃO INSERTA NO BOL PM 071 DE 18ABR07